ELAS E ELES

Entre homens e mulheres, quem mais se distrai a conduzir? E porquê?

Conduzir de forma simples e prática é o que todas as mulheres querem, e, sim, as mudanças automáticas permitem tudo isso.

Como práticas que são, as mulheres gostam de conduzir de forma… prática, sem tornar toda a experiência de condução numa confusão, permitindo passar mais tempo a pensar no que realmente importa, seja na carreira ou na família.

Por esta razão os carros com mudanças automáticas foram uma das melhores coisas que aconteceram na vida das mulheres (e de alguns homens que não o querem admitir): permitem maior facilidade na condução, maior precisão nas mudanças, maior comodidade e segurança e provoca menos fadiga na condução, o que importa bastante às mulheres que têm sempre mil e um assuntos (no mínimo) por resolver todos os dias.

Para além de todas estas razões, conduzir com mudanças automáticas torna a condução mais eficiente no que diz respeito aos consumos, o que significa que no final do mês, andámos mais, por menos. E sim, podemos sempre canalizar essa poupança para um par de sapatos novos, o que não deixa de ser um bónus.

Obviamente, existem automóveis que são mais indicados para estas mulheres práticas e que não querem perder tempo, e um bom exemplo é o novo Classe B da Mercedes-Benz. Para além das mudanças automáticas, está tudo à distância de um touch, mesmo as funcionalidades do próprio automóvel, e até tem comandos de voz para deixar as mãos livres para as manobras.

No entanto, apesar de todas as facilidades, existem algumas dicas de condução com mudanças automáticas, que partilhamos com as leitoras que ainda estão a pensar em escolher este sistema. Assim, não se deve colocar o carro em ponto morto, ou Neutral (N), para descer pequenas inclinações (um mau hábito da transmissão manual), o carro deve estar parado quando se muda de Drive (D) para Reverse (R) e vice-versa, quando se para num semáforo não é necessário colocar em ponto morto e para colocar em Park (P) o carro tem mesmo de estar parado. Se seguir estas pequenas dicas, não passará quaisquer vergonhas na estrada, e até fará boa figura em frente aos céticos que dizem que mudanças manuais é que são “a sério”.

Conduzir com mudanças automáticas torna a condução mais eficiente no que diz respeito aos consumos, o que significa que no final do mês, andámos mais, por menos. E sim, podemos sempre canalizar essa poupança para um par de sapatos novos.

E não, não estamos a estereotipar que as mudanças automáticas são apenas para as mulheres e que estas apenas conduzem com este tipo de transmissão. Há homens que também apreciam mais as mudanças automáticas e toda a facilidade de condução que trazem. Tal como existem mulheres que apreciam a velocidade, contrariando os estereótipos instalados na sociedade.

Por isso mesmo, no que diz respeito às mudanças, o que interessa mesmo é o que nos deixa confortáveis, seguras e felizes, muito mais do que aquilo que nos dizem as “conversas de café”. Porque até essas estão a mudar.

Destaque

Sete essenciais para ter no carro

Saiba qual o kit de que mais precisa ter dentro do seu carro, para estar sempre preparada, para tudo. Porque uma mulher prevenida vale mais do que duas!

Ler Mais

Últimos Artigos

Liliana Campos, uma cara conhecida dos portugueses com muitas histórias para partilhar

Uma conversa sobre escolhas a fazer como mulher com Joana Vaz

Marisa Liz, uma conversa sobre igualdade, perseverança e como esta consegue tornar todos os sonhos possíveis

Artigos Relacionados